Traduzir

História: As estatuas sem cor, omissão de fatos, falta de representatividade histórica, boicote intelectual midiático e o efeito no senso comum.


                  
     

Oi queridos, é tanta saudade que até dói!










Hoje vai ser rajada de informação!






                BROTA XOTA BB!!   
         Iai mó saudade de vocês! graças a Deus          tá bem corrido e muita coisa maravilhosa          acontecendo, vem muita novidade esse            ano! tamo trabalhando mores!

         Obrigada pelo apoio e empatia, a gente            ama vocês real oficial. 


           Vamos começar falando de um texto da            Sarah Bond, Historiadora e humanista              digital, uma mulher  que trabalha na               universidade de IOWA. Ela fez uma                matéria para a coluna de Ciência da                   Forbes sobre um assunto que eu queria escrever faz tempo e até montei a matéria ano passado,mas o computador pifou e perdi toda a pesquisa que eu tinha, ainda bem, porque agora tenho bem mais coisa para escrever!                .
Sarah E. Bond
                 

             O famoso Apollo do Belvedere foi descoberto durante o Renascimento, mas remonta ao                   início do 2º c. CE. Foi visto como o ideal da beleza no século 18. A estátua está agora nos                                  Museus do Vaticano em Roma.
  Quando falamos de esculturas antigas, (de Grécia e Roma principalmente) nós pensamos nelas como as conhecemos; nuas, de mármore e sem cor certo?
Johann Joachim Winckelmann é uma das pessoas que ajudaram a perpetuar essa idéia, ele lançou dois volumes de um dos livros mais influentes sobre “A história da arte antiga” que foi muito popular na Europa e ajudou  definir a história que conhecemos hoje, ele também ajudou a definir a idéia de que estatuas de mármore branco eram ideais de beleza... Bom, a historiadora Nell Irvil Painter fala sobre essa cara no livro dela que chama “The History of White People” ( a história das pessoas brancas) ela diz que ele era um “eurocentrista” que regularmente degradava nacionalidades não europeias” Ela ainda diz “A cor na escultura significou barbarismo, pois eles assumiram que os altos e antigos gregos eram muito sofisticados para colorir sua arte”.

             Versão em branco de mármore e policromia do arqueiro do frontão oeste do Templo de Aphaia em                                   Aigina (490-480 aC). Reconstrução de Vinzenz Brinkmann.

O Winckelmann estava totalmente errado, essas estatuas que a gente vê originalmente eram bem coloridas, pintadas de azul brilhante, vermelho, amarelo, marrom, folhas de ouro e muitas outras cores mostrando inclusive variedade na cor da pele só que muitas perderam a cor com o tempo e com os métodos de limpeza e restauração E há décadas os pesquisadores sabem disso não só pelos desenhos antigos que mostram uma civilização colorida em Roma e Itália por exemplo, o fascínio dos gregos pelos negros, Etíopes principalmente, (mas não como pets e sim como criaturas extremamente lindas)  e também  pelo vestígio das cores  nas estatuas que há décadas eles tentam restaurar e descobrir as cores originais, mas ai eu me pergunto, se eles sabem disso a décadas, porque não falam no assunto nas escolas e nas representações da mídia ?

Cabeça de um jovem. Centrale Montemartini, Roma, Itália. Cor e dourado ainda visíveis. Descoberto na área da Piazza Dante.

Retrato de um homem farpado, romano egípcio, cerca de 150 - 170 C, Encaustic em madeira. Os chamados "Retratos de Fayum" muitas vezes dão uma idéia melhor do tom de pele dos povos do Mediterrâneo, particularmente no Egito. Agora, no Museu Getty.

Conveniência talvez! Sarah em um vídeo diz  que é muito satisfatório isso para os brancos, ainda mas que arqueologia e história é dominada pelos brancos, como ela mesma assume. 
Tendo em vista que não ensinam filosofia negra, nem história negra antes da escravidão e que criaram um sistema que faz todo mundo pensar que os gênios egípcios eram brancos, e que gente de cor não criou nada, saber que existiam asiáticos  e romanos (que são referencias de sabedoria e cultura e “elegância”) de cor faria muita diferença na vida de uma criança negra né? Imagina se as meninas negras soubessem  que na Biblia, a primeira vez que usam a palavra “Rainha” estão se referindo à Makeda uma rainha preta, se a igreja falasse que Moisés casou com Zipporah uma Etiope e foi perseguido por isso, que José foi casado com Asenath, outra preta! Taharqa rei da Núbia e do Egito liderou um exército em apoio de Judah durante a revolta de Ezequias contra assyria  que o homem que foi obrigado pelos romanos a  ajudar jesus a carregar a cruz, Simão de Cirene também era preto se falassem de uma Andrômeda preta princesa da Etiópia e que os gregos eram fascinados por sua beleza e não como objeto sexual e sim como deusas perfeitas tanto a ponto de nomearem constelações em sua homenagem, tanto a ponto de construir templos pra deusas e deuses egípcios em suas terras.
"Makeda"
Retrato de um Jovem  negro italiano por Alessandro Longhi 1760 

imagina se soubessemos que os egípcios criaram energia, matemática medicina, tinham faca com material que vem da lua e ninguém sabe como, tinham até cama dobrável, que tá na história que os caras que construíram as pirâmides não eram escravos e tinham até direitos trabalhistas, que os caras eram a frente do tempo, imagina se a gente soubesse de Luis da Gama, de Carolina Maria de Jesus, de Luisa Mahín, se não demorassem tudo isso pra assumirem que Machado de Assis é preto e diga-se de passagem  que a Princesa Isabel  não salvou ninguém e que todo mundo na Austrália era  Aborígene preto descendentes dos primeiros humanos que migraram da África  pra Ásia  e 5 mil anos depois pra Austrália onde chegou a existir mais de 250 línguas e 600 dialetos até que os Ingleses chegassem pra colonizar matando todo mundo, MASSACRANDO na bala, dando presentes e fazendo festas para envenenar água potável e comida dos aborígenes matando uma vila inteira, impondo sua religião criando leis que os discriminavam (sim, no pais deles)  se aproveitando do fato deles terem um ritual em que bebiam uma semana sem parar (uma bebida especifica deles) eles davam Rum inglês na intenção de matá-los de coma alcoólico ou até que começassem guerra e matassem uns aos outros ou CAÇANDO ABORIGENES POR DIVERSÃO! E ainda entre 1910 e 1970 retiraram 100 000 crianças aborígenes dos pais e as internaram em escolas de educação ocidental (isso é o que deveria ser chamado de intolerância religiosa e crime contra a criança e sua cultura para beneficio próprio, sem contar no escravizamento né, mas o homem branco chama de “educar”)  e assim criando  Austrália loirinha  linda majoritariamente cristã de hoje que o mundo venera.
Aborigene
Saber disso e mais um monte de coisa que a gente não aprendeu desde o começo talvez
 abalasse a admiração pelo homem branco europeu e a falta de auto estima que temos você não acha? Imagina que impacto teria se o homem preto soubesse que Jesus não era loiro dos olhos azuis e fisicamente parecia mais com o Bin Laden do que com o Leonardo de Caprio (sem ofensas, desculpa mas é a verdade.) Se as mulheres em geral e principalmente as negras soubessem que na sua original história e mitologia elas eram deusas muito diferentes do cristianismo europeu, não eram castas e muito menos meros acessórios, na história antiga por toda África elas eram donas de impérios, se impunham sexualmente e moralmente.
  O Efeito da informação seria catastrófico! será que se a gente soubesse de tudo isso nós teríamos nos fudido tanto? 
Enfim
A razão de nos fazerem acreditar que somos descendentes de escravos e que não fizemos nada intelectualmente é bem compreensível, nós seriamos muito muito mais rebeldes e teríamos muita auto estima não aceitaríamos chegar em casa e ver Black Face no Zorra Total ou no Pânico e ainda rir disso, pra começar nós SABERIAMOS O QUE É BLACKFACE (que foi uma prática teatral antiga que serviu pra ridicularizar, reforçar e perpetuar estereótipos tipo, as características como boca e nariz sendo ridicularizadas e retratando o homem negro como estrupador, burro e preguiçoso, é bizarro e muito sério  e até hoje esses estereótipos que matam a gente estão até em desenhos: mulher preta brava e doméstica e gorda por exemplo a dona do Tom de Tom & Jerry, episódio em que Tim Tim é carregado por escravos desenhados de forma caricata tipo ridicularizando boca e cor enfim são muitos exemplos)

Nós não aceitaríamos ver nordestinos sendo retratados sempre só de forma cômica, não aceitaríamos a porra de um filme tipo “Tô Ryca”
Que reforça estereótipos pra caralho a ponto de ser bizarro ir ao ar mais um filme desse.
No filme é claro a personagem principal  e sua amiga que são pobres são representadas como burras, ridículas, ocasionalmente promiscuas, escandalosas, deselegantes e se vestem com roupa de 2001 alheatória com o máximo mal gosto possível e claro que o cabelo das duas enquanto pobres é crespo né? Ou seja pobres tem mal gosto, não tem noção nem modos e andam parecendo que não tem Tv nem Internet... 

E quando ela recebe uma proposta em que ela tem que gastar 30 milhões em 30 dias sem contar pra ninguém pra ganhar milhões, ela muda totalmente o visual, ela tá podendo e vai ficar mais bonita: o cabelo alisa e fica loiro a amiga também já alisa o cabelo pra não ter o cabelo crespo “que é coisa de pobre” se veste com  roupa medíocre de shopping ou escandalosa e sensual, não ganham classe, porque elas vem de outro lugar né?

A gente com certeza não iria admitir personagens que usam BLACKFACE (coisa que não se faz mais em quase nenhum pais de tão sério que é) e zombam senhoras negras analfabetas que tem os dentes mal cuidados e tiveram a vida fodida por todo um sistema e ainda reforçam o nariz como algo engraçado o fazendo gigante, ele está tirando sarro da mulher que menos consegue estudar, que morre mais, que casa menos e que é mais estuprada, a mulher que mais morre no parto, a mulher que ganha menos que até outras mulheres e tá pintando a cara de preto eternizando o que o Humor racista sempre usou pra nos ridicularizar e desumanizar. quantas mulheres analfabetas você conhece? minha vó aprendeu a ler depois de velha, nordestina que se vê retratada na novela como promiscua, cômica, burra...você tem noção do quanto isso reflete nas nossas vidas, e o quanto a gente ri de homens brancos brincando com a nossa desgraça na TV? 
Tudo isso forma um senso comum de que ser branco nos daria uma história mais bonita e honrosa, de que só fomos escravizados (não usam a palavra sequestrados mas é importante lembrar que fomos sequestrados)  forma o senso comum no segundo pais mais negro do mundo que nosso cabelo é feio ou é coisa de outro mundo, faz as pessoas olharem pra um negro como se fosse um et no segundo pais mais negro do mundo, de que somos feios,  de que somos todas escandalosas, burras, mulatas quentes na cama e disponiveis e que o homem negro só tem valor se tiver fama, e que uma mulher loira é sim um sinal de melhora de vida, enfim, vária fitas.
Temos que dividir a informação porque infelizmente quem decide o que tá escrito no livro da escola é o homem branco... Então eduque seu filho, seus amigos, seu marido e papagaio pra não ficarem de toca e descubrirem que são reis e rainhas.
Pra assistir:





BEIJO GENTE, FÉ NA CAMINHADA, PENSAMENTO POSITIVO E TUDO FICA MCNELSON, FORTE ABRAÇO.
Tracie Okereke





























6 comentários:

  1. GENTE, QUE TEXTO IMPORTANTE, VOCÊS SÃO MUITO IMPORTANTES!
    OBRIGADA, MUITO OBRIGADA, O MUNDO É DE VOCÊS!
    em caps pq eu fico no chão com essas gemeas, amém!

    ResponderExcluir
  2. Rajada de informação, parabéns pelo texto. Foda!

    ResponderExcluir
  3. oi beninas!kkk! descobri o blog de vcs pelo programa "super bonita" e queria dizer que cês tão de parabéns pela beleza e pela atitude. É MUITO importante essa representatividade da periferia e ao msm tempo da mulher negra. Continuem fazendo o que vcs acreditam e muita boa sorte, sucesso na carreira de vcs. Só queria deixar esse recado mesmo, pq gostei muito do trabalho de vcs. As vezes um comentário bondoso na internet até soa estranho num é mexmu? haushauhs bjs

    ResponderExcluir
  4. obs: essa conta é do meu irmão, então não estranhem a foto e o nome, rs.

    ResponderExcluir